7 de setembro de 2008

A queda


Vivia no fundo
Acostumou-se à escuridão

Tentou não esquecer a luz
Agarrou-se ao lampião

Urrou do fim do mundo
Mas foi em vão

Desceu ainda mais
Morreu um leão.

- Navi Leinad -

19 comentários:

Ney Pantaleão™ disse...

Meu mano, quantas saudades desse teu blog!
Eu, que como um um "larápio" nas madrugadas passo por aqui sem deixar rastros... Mas, carrego na lembrança frases e poesias, que até confesso que já me serviram de inspiração por aí! Teu blog, um show manuscrito a dedos através de um teclado...
hoje, acordeii com a alma poética, e inspirado com um verdadeiro escritor!
Resumindo: "Como é bom estar apaixonado!".

p.s: Todo esse contexto acima, tem um motivo!
Quero um poema pra mim!
aehahehaeh
Saudações azulinas!

batendoareal disse...

Muito bom o blog.
Grandes revelações.
Um verdadeiro artista.
Fique a vontade para visitar o meu blog.
Abraços

Harold disse...

Considero este poema genial e verdadeiro como se fosse um presente escrito para o meu aniversário. Coisa boa saber que a série d (minúscula) vai receber um leãozinho com jeito meio veadinho meio gatinho. Totalmente idiotão.
Viva o PAPÃO!!!!
Grande abraço!!!!

Osmar Julio disse...

Claro que pode!
(o que significa isso e o que eu devo fazer?) hehhahae

Ivan Daniel disse...

Ney,
hehehehehe...
Aproveita esse teu estado 'meloso' e escreve teu próprio poema.
Olha que bacana o título do teu post: "Escrevi pra mim"
rsrsrrssrsr...
Saudações bicolores!

-----------------------------------

Batendo a real,
obrigado pelo elogio.
Tô indo lá agora.
Volte sempre!
Abraço.

-----------------------------------

Harold,
o negócio tá feio lá pras bandas da Antônio Baena.
hehehehehehehe...
Abraço!

-----------------------------------

Osmar,
tá 'linkado' já.
Se vocês forem colocar links lá 'não esquece minha calói'.
hehehhehehhe...

Frederico Guerreiro disse...

rssssss... muito bom, muito bom...

Kiara Guedes disse...

Nossa!!! Doeu, eim!!! Devidamente encaminhado ao maridão que é papão! rsrsrs

Ivan Daniel disse...

Fred,
hehehe...

-----------------------------------

Kiara,
eu choooro!
rsrsrsrsrsrs...
Ele vai gostar.

mari disse...

Ivan,

Poema até para o Leão. Tadinho, apesar dos pesares, e de ser Papão, não queria que isso tivesse acontecido. Não sou mauzinha assim...

Bom fim de semana!

Ney Pantaleão™ disse...

"Só quem conhece de futebol,
e ama o leão...
Certamente irá lembrar daqueles jogos no Mangueirão e Baenão...

Edil com sua metralhadora azulina, Jura, Cacaio, Belterra, Ney e companhia eram só na armação..

Só quem esteve nos estádios com certeza ira lembrar do gritinho:
...Ohh lê, lê,
Ohh lá, lá,
Terrorista no almoço, força jovem no jantar...

Como é bom ser Leão, 33 jogos, tabu mandtido nas escrituras sagradas!"

p.s: Ivaaan. Toma cuidado meu patrão, esses diass tô inspirado. Posso tomar o teu lugar ao sol..
ahuehuaeuhae.>

Saudações azulinas!

Tô esperando um "Poema" pra eu!

Ivan Daniel disse...

Mari,
és boa pessoa... de sensibilidade extrema.
Teu coração é bicolor e tua alma é paraense.

-----------------------------------

Ney,
vou moderar teus comentários... tá muito baixo nível.
huahiuahiuahiuahiuahia...

Anônimo disse...

Caracas é muita rivalidade .
celso

Ivan Daniel disse...

hehehehehehe...

citadinokane disse...

Sou testemunha que ele urrou muuuiiito, mas no derradeiro suspiro, afinou, afinou mesmo, miava despudoradamente...

Ivan Daniel disse...

Miaaaaauuuuu
miaaaauuuu

Neyzinho™ disse...

"Quem não lembra da Maior do Nortee"
=)
Atletas azulinos!

Ivan Daniel disse...

Não sei do que tu estás falando.

Claudia disse...

Ganhou minha simpatia só com esse poema. Foi pro-fundo!!!
Estou adorando essa história do concurso pq a gente acaba visitando os blogs de todo mundo...

Ivan Daniel disse...

Pois é, Claudia. A gente encontra muito blog legal na comunidade, e o concurso fez crescer a divulgação dos blogs paraenses.
Obrigado pela visita, e volte sempre.