13 de abril de 2007

Ao que (re)nasce


Chega logo, vem de longe, lá de onde
Tempo voa, nunca pára, eternidade
O segredo que já não mais se esconde
Contar semanas, que felicidade!

Algo novo, grandioso se aproxima
É centelha de amor que se faz viva
É momento em que a vida nos ensina
Rebento na família, expectativa.

Pois então chega de longe, vem logo
Aflições, da minha vida revogo
A dor da perda agora é só passado.

Eu quero é perto, carregar nos braços
Ver ternura que fortalece laços
Dar-te carinho e te encher de cuidado.


- Navi Leinad -

10 comentários:

Alê G. disse...

muito obrigada pelas visitas e pelas palavras, Navi!
em outros momentos, passei por aqui para ler algumas palavras também.
e, de fato, os segredos nunca estão eternamente escondidos...
beijos!

J@de disse...

Que bela descrição da chegada de um novo ser... lindo!!
Beijos!!

Mari disse...

Ivan,

Com certeza esta maravilha é a espera do novo rebento. Tudo de bom pra vocês (três).

Bjs

Mari

Menina do Rio disse...

Visita breve pra dizer que não vos
esqueci e deixar meu beijo carinhoso

Na impossibilidade de escrever por estes
dias, posteio poema de uma amiga que
veio bem a calhar...

Desejo-te uma ótima semana!

Direito & Esquerdo disse...

Pô irmão que notícia boa.
Felicidades para a família.
Que esta nova vida ajude a mudar (para melhor) o mundo.
Bruno

Navi Leinad disse...

Alessandra,
principalmente esse segredo da gestação :-)
Estarei te visitando mais vezes.
Abraço.

-----------------------------------

J@de,
estou muito feliz :-)
Obrigado por gostar.

-----------------------------------

Mari,
a família está cheia de rebentos esse ano... três no total!
Obrigado pelo carinho.

-----------------------------------

Menina do Rio,
já dei uma conferida no poema... muito bom.
Obrigado e ótima semana também.

-----------------------------------

Bruno,
meu caro amigo! Fiquei muito triste ao ver teu blog fora do ar... não nos abandone!
Obrigado pela alegria demonstrada.
Forte abraço.

David Carneiro disse...

"Eu quero é perto, carregar nos braços
Ver ternura que fortalece laços
Dar-te carinho e te encher de cuidado."

Navi, pra mim essa é a síntese da ternura e dos seus desdobramentos, como o cuidado e o carinho. Acho que o ponto mais alto de um poeta é quando ele consegue descrever um sentimento. Você conseguiu. Já ví que não vai faltar ternura para esse mais novo habitante do planeta terra. Um grande abraço e parabéns!

fabricio lima disse...

ola meu amigo tudo certo por ai?bom final de semana. abraços

Cris Moreno disse...

O david carneiro pinçou uma parte linda, bela, realmente, mas o todo é encantador.
Que bom te ver. Venho mais vezes. Pode conferir.
Bjs. C

Navi Leinad disse...

David,
não vai faltar mesmo!
Abraço.

-----------------------------------

Fabrício,
tudo na paz... bom final de semana também!
Abraço.

-----------------------------------

Cris,
obrigado pelo elogio e pelas visitas.
Abraço.