1 de julho de 2006

Tempo de luz

Declare basta!
Indique valentia
E imponha objeção!
Chega de angústia
E extirpe a sujeição!

Tua vida tem a luz
Que alimenta teu viver
Com ternura e gratidão
Fazendo-te crescer!
E se a ti foi confiada nova luz
Logra desta dádiva
Revelando merecer.

Com valores renovados
É hora da porfia!
Tua vida tem mais luz!
Ilumina teu propósito
E direciona os teus
Prova a verdade
Que há muito se perdeu.


- Navi Leinad -

8 comentários:

Denille disse...

Meu amor, fico muito orgulhosa por você ser um poeta.
Te amo profundamente...

Navi Leinad disse...

Sou poeta pelo seu amor, pela sua felicidade, pela nossa harmonia. Sou poeta por tudo que vejo, por tudo que sinto, por tudo que vivemos juntos.

Harold disse...

Leinad!
Cada dia que passa a sua poesia se torna profunda. Une beleza com liçãod evida. Faz alma da gente viajar, se tornar plena.
me sinto honrado por ler coisas assim. Parabéns!!!!

Navi Leinad disse...

Heil Harald!
Tua visita me deixa sempre honrado!

marisanblog disse...

Ivan,

Que os teus dias sejam iluminados para que continues assim, um grande poeta.

Abraços poéticos.

Mari

Navi Leinad disse...

Agradeço de coração seu desejo de luz, Mari. Espero poder levar essa luz a todos em meu convívio, inclusive virtual :-)

marisanblog disse...

Ao visitar o seu blog sinto uma paz dentro de mim e, tenho certeza que os outros visitantes também.

Muita paz e muito Amor para todos nós.

Abraços

Mari

Navi Leinad disse...

Que assim seja!