2 de junho de 2009

Providência

Caem as folhas
Seca a madeira velha
Raízes são fortes.

Natureza segue
Revelando o milagre
Vida mais uma vez.

- Navi Leinad -

10 comentários:

Harold disse...

O mestre argentino continua mestre na nobre arte do hai cai. Um dia quero aprender a escrever com esta sensibilidade.
Um grande abraço e tudo de bom.

Menina do Rio disse...

Nascer, morrer e renascer... O eterno ciclo!

Um beijo

Kiara Guedes disse...

coisa de gente que tem o sentir como roteiro...
bjs, meus.

Anônimo disse...

Salve Ivan por você publicar este belo poema do Navi Landi! Um grande abraço Daniel e um bom resto de semana para você.

Ivan Daniel disse...

Harold,
esse nasceu de um tema pessoal que sugeri pra ele. Há uma mensagem subliminar.
Abraço.

-----------------------------------

Verônica,
exato!
Um abraço.

-----------------------------------

Kiara,
que bom... é o que eu tento sempre.
Obrigado e abraço.

-----------------------------------

Celso,
mesmo anônimo o teu comentário, descobri que foi teu pela ferramenta de acessos ao blog.
Obrigado, amigo.
Abraço.

Mari disse...

Ivan,

Estava com saudades de suas palavras, de sua poesia...

Saudade de vocês

Bjs!!

Yúdice Andrade disse...

Claro que notei tua ausência no blog, meu amigo. Mas sei que estás numa nova fase e as ocupações devem ser grandes. Não sabia do problema de internet em Macapá e sabia, menos ainda, do que realmente interessa: um novo bebê!
Deus abençoe essa família maravilhosa. Manda notícias, para que saibamos como está o nosso novo amiguinho ou amiguinha.
Felicidades plenas!

citadinokane disse...

Ei Mano!
Onde estás?
Manda notícias, ok?
abraços,
Pedro

Mari disse...

Ei Ivan, precisamos de sua mensagem para o Juca que se foi. Onde está você amigo?

Ivan Daniel disse...

Mari,
perdoem minha ausência, fiquei muito comovido... tentei escrever algo assim que li teu comentário me avisando, mas não consegui. Já não estava conseguindo escrever nada ultimamente, e com essa triste notícia aí que não saiu nada mesmo. Mas vou tentar, prometo.
Obrigado pela lembrança e pelo carinho de sempre.
Abraço.

-----------------------------------

Yúdice,
mandarei sim.
Abraço, e obrigado.

-----------------------------------

Pedro,
ok, desculpa 'mermão'... vou mandar sim.
Abraço.