13 de dezembro de 2007

Certeza

Olhar-te assim, bem de perto
Tão suave, sorriso aberto
É privilégio, já se sabe
Causa em mim
Felicidade.


Quando à noite no cansaço
Ouço o choro inquieto
Pelo toque que te cerco
Só assim te aquieto.


E na penumbra, à luz da vela
Sinto o cheiro e fico certo
É pedaço
Meu e dela.


- Navi Leinad -

15 comentários:

Frederico Guerreiro disse...

Excelente!
Curta bem esse momento maravilhoso da sua vida. Curta bem a mãe também. Ela te deu esse presente.
Seja feliz, amigo!

Alê G. disse...

ai...
não há melhor sensação literária do que esta de arrepios depois das últimas linhas...
felicidades!

Ivan Daniel disse...

Fred,
cada segundo está sendo muito aproveitado!
Obrigado, e abraço.

-----------------------------------

Alessandra,
concordo, e é por isso que não deixo de visitar teu blog :-)
Obrigado.

Harold disse...

Salve Daniel!
O argentino virou uno papá que tiene mucha consideraccion por su niño. O poema mostra isso. De tão verdadeiro que é, logo pode até virar uma bela canção de ninar.
Esta alegria é super-merecida.
Grande abraço!

Menina do Rio disse...

Amigos.com

Fala-se muito em virtual ultimamente
Mas o que é essa tal virtualidade
Será que é o não ver pessoalmente
Não será o virtual, realidade?

Há ternura, encanto e alegria
Nos versos que nos chegam pelo ecrã
Tantos alegram meus dias
Enchem de luz minhas manhãs

Uns acalentam minha alma
Dizendo: não fique triste
São palavras que me acalmam
Quando meus dias são tristes

Amigos.com são tão reais
Eu os sinto, como a vida a pulsar
São flôres, companheiros leais
que enfeitam esse meu caminhar

Ps: Tudo de bom que vc me fizer, faz minha vida ficar mais bela
Pra ti, um carinho sincero e meus votos de BOAS FESTAS!

Beijo na alma

citadinokane disse...

Ivan,
Huumm... Pô! Tenho tantas incertezas...

Um Momento disse...

E de pedaços o amor se alimenta para num todo se saciar
Belo...

Deixo um beijo e o desejo de BOAS FESTAS:)))

(*)

Mari disse...

Ivan,

É pedaço do amor...


Abraços a vocês

Ivan Daniel disse...

Aroldo,
meu compadre... grande abraço também!

-----------------------------------

Menina do Rio,
obrigado pela presença sempre bela por aqui durante todo o ano.
Abraço e boas festas também!

-----------------------------------

Pedro,
normal, és humano... mas eu sei que tu tens tantas certezas quanto!

-----------------------------------

Um Momento,
meu todo é insaciável de amor!
rsrsrsrsrs...
Boas festas também!

-----------------------------------

Mari,
e tá crescendo esse pedacinho de amor!
rsrsrsrsrs...
Abraço.

Mari disse...

Ivan,

Natal maravilhoso pra vocês, cheio de muita paz, amor e saúde.

Abraços

Ivan Daniel disse...

O mesmo pra você, Mari.
Obrigado, e abraço!

Dani Guima disse...

Ivan, meu amigo!
Belíssimo poema!
Você tá sumidaço!
Tudo bem por aí?
Bjs, Dani Guima.

Ivan Daniel disse...

Daniela,
está tudo bem sim, obrigado por perguntar.
Fiquei sumido por motivo de viagem, mas já estou retornando... aos poucos :-)
Abraço!

A Poetinha disse...

Muito bonito como escreves. Saudações paraenses.

Ivan Daniel disse...

A Poetinha,
obrigado!
E volte sempre.