20 de junho de 2008

Eremitas urbanos

Quero um chão de terra molhada por uma chuva fina que cai e lentamente lava meu corpo, limpa minha mente e alimenta meu espírito.
Prefiro esquecer que continuo vivendo seco e faminto por fantasias impuras de eremitas urbanos em suas torres de concreto.

- Navi Leinad -


16 comentários:

Mari disse...

Ah Ivan! Esses teus escritos atingem a minha alma...

Bjs

Sonia Regly disse...

Lindo seu Blog, gostei muito!!! Vim te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras, sua visita será uma honra!!!Abraços.

Ivan Daniel disse...

Mari,
que bom, minha amiga.
Obrigado... fico feliz com isso.
Um abraço.

-------------------------------------

Sonia Regly,
obrigado pela visita.
Vou lá sim.
Abraço.

Sonia Regly disse...

Amei sua visita, me senti honrada e feliz.Volte outras vezes, trocarmos idéias é muito legal!!! Abraços.

Ivan Daniel disse...

Voltarei sim, Sonia.
Abraço.

Harold disse...

Gosto de seus textos. Este, idem. Porém estranho que uma pessoa que mora em Belém, onde rola uma chuva tri-abençoada, se queixe da falta de terra molhada.
No mais, viva esta vontade louca que nós das grandes cidades temos, ás vezes, de fugir para o interior.
Tudo de bom sempre!

Menina do Rio disse...

Concordo com o Harold sobre esta vontade louca de fugir pro interior, ao menos pra sentir este cheiro de terra molhada

Tem um final de semana feliz, Ivan.

Beijos a ti e aos teus

Ivan Daniel disse...

Harold,
nem todos descem de suas torres de concreto pra pisar na terra molhada... andam em suas carruagens motorizadas.
Abraço.

-------------------------------------

Menina do Rio,
felizes os que fogem pro interior, né?
Bom final de semana também!
Abraço.

ﺕ Neyzinho ™ disse...

Êita vontade de tomar uma caninha depois da chuva da tarde!

Ivan Daniel disse...

hehehehe...
eu gostava muito!

David Carneiro disse...

Como vai poeta? Acho impressionante como mesmo na confusao de seus dias nossa Belem ainda guarda um tanto de terra molhada por chuva fina. Alias, continua sendo a unica cidade do mundo onde comida cai do ceu. Quantas saudades! Um grande abraco!

Ivan Daniel disse...

Pois é, nobre David...
Belém é terra abençoada!
Abraço.

Frederico Guerreiro disse...

Olhando assim de cima, parece até uma cidade tranqüila.

Ivan Daniel disse...

Parece mesmo... nem tinha percebido esse detalhe, Fred.

Anônimo disse...

Valeu Daniel belo texto Eremitas Urbanos tenho uma poesia que um dia escrevi sobre o sertanejo e á mais o menos por ai mais parabens mesmo pelo belo texto.
Celso

Ivan Daniel disse...

Obrigado, Celso.
Abraço.