7 de setembro de 2006

Heil Harald

Amapaense
por nascimento
Paraense
de coração
Apaixonado
por São Paulo
Mas candango
por opção
Um cidadão brasileiro
Com cara de alemão
Conquistando suas chaves
Da casa mundo tão diversa
E abrindo suas portas
Com peleja e mente aberta.


- Navi Leinad -

27 comentários:

Navi Leinad disse...

Homenagem ao amigo Aroldo que hoje completa mais uma primavera. Que continue a nos trazer suas luas crescentes por muito tempo!

Denille disse...

É isso aí mesmo, Harold! Muita saúde e sucesso! Parabéns!

Lilica disse...

É Aroooooolllllldoo!! Muitas lambidinhas e cheirinhos!

Harold disse...

Que poema legal. Deixa os olhos com vontade de chorar, de fazer cair a chuva sobre o Amapá e o Pará por pura gratidão.
Obrigado por tudo.

Menina do Rio disse...

Belo poema!
Gostei desta pequena biografia, pois aqui resumes tua brasilidade.

Beijos e tem um belo fim de semana!

Navi Leinad disse...

Aroldo, tudo ainda é pouco quando se trata de homegear um amigo tão fiel. Forte abraço!

Navi Leinad disse...

Menina do Rio, o homenageado no texto é um ímã cultural! Bom final de semana pra tu também.

david disse...

Passando pra deixar um fraternal abraço

Navi Leinad disse...

Muito me honra tua visita, Alcinéa. Volte sempre!

Paola Vannucci disse...

Nossa este espaço, é imenso de ricas palavras, o mais incrivel, foi a coincidencia dfas portas traduzidas em diferentes tons, em diferentes dons.

Obrigada por sua visita,
Voltarei aqui para saborear-me desse espaço poetica lindo

Paola

Ju Corrêa disse...

Poxa, as pessoas queridas se dão bem por aqui não é? Ganham de presente, em vez de cacarecos e docinhos... lindos poemas e massagens na alma!! Eu também ganhei um texto lindo, no blog da minha mãe! Que por sinal até me mandaste ser Papão, hehehehe

ParabénS cunhado... vou passar sempre por aqui! Belos textos.

P.s. EU NÃO TORÇO PRO REMO.. Sou Papão mesmo hehehe Bjos

Navi Leinad disse...

Paolla, nossas portas estão abertas então. É uma via de mão dupla! Obrigado e um abraço.

Navi Leinad disse...

Juliana, o que eu escrevo é presente para todos! Então sinta-se presenteada também com o que mais gostar aqui! Abraços 'bicolores' :-)

Anônimo disse...

Que delícia de poema, tem nele vários hai-kais. Vou ser aqui visita constante! Parabéns! Dani Guima.

Navi Leinad disse...

É um prazer receber sua visita aqui, Daniela. Meus textos não têm pretensão técnica, mas é bom saber que dá pra encontrar alguma forma poética neles.

Márcia Corrêa disse...

Somos todos assim, mosaicos coloridos de raças e experiências diversas vivendo no "coração do mundo".

Navi Leinad disse...

É verdade, Márcia. Somos diversidade unificada!

Renivaldo Costa disse...

Um poema bem interessante. Tostoi já dizia que se queremos ser universais devemos cantar nossa aldeia. É o que fazes. Abs

Navi Leinad disse...

Renivaldo, fico honrado com teu comentário. Obrigado pelas visitas. Teu blog é parada obrigatória pra mim.
Abraço.

marisanblog disse...

Ivan,

Você é maravilhoso. Seria muito pedir uma poesia para mim?

Beijos

Mari

Navi Leinad disse...

Fico lisonjeado com as palavras, Mari. Certamente um dia poderei escrever alguma coisa em sua homenagem.

marisanblog disse...

Obrigada Ivan,

Desculpe o impulso de pedir-lhe uma poesia, depois fiquei até meio preocupada,... é que são tão lindas...

Mari

Navi Leinad disse...

Não tem problema, Mari... fica tranqüila :)

Harold disse...

Viva o talento divino de Navi Leinad!
Este argentino honra nosso país. Que bom saber que o Brasil, o Pará e o Amapá fazem parte de sua vida!!!!

Navi Leinad disse...

hehehehehehehehe...
argentino, né?
tá certo então...
abraço, harold!

Moça branca disse...

Olá, gostaria de dizer que gostei muito do seu poema e pretendo um dia conhecer o Amapá, não apenas por sua beleza natural mas também pelas pessoas maravilhosas que tive oportunidade de conhecer, especialmente um índio maravilhoso que costuma invadir minha madrugada com seus torpedos apimentados. Oxi, (como ele diz), acho que estou apaixonada pelo índio que jamais tive oportunidade de tocar!!!
Um abraço e parabéns pelo teu blog.

Navi Leinad disse...

Moça Branca,
obrigado pela visita. o amapá é belo em tudo!